YouTube removerá vídeos que contém falsas informações sobre vacinas

As novas diretrizes foram anunciadas na última quarta (29)

Visando combater a disseminação de notícias falsas, o YouTube irá excluir e bloquear envios de vídeos com conteúdos falsos sobre imunizantes sejam eles contra a Covid-19 ou não.

De acordo com a empresa, tal atualização leva em consideração as informações confirmadas a aprovadas pela OMS. Em seu pronunciamento, afirmou que já proíbe desinformação médica na plataforma há algum tempo e citou quando a equipe atuou removendo vídeos desinformativos de pessoas que diziam beber terenbitina para cura de doenças.

Ainda no seu pronunciamento alegou que a rede é um ambiente “aberto” com varias opiniões discordantes e isso não mudaria

“Dada a importância da discussão pública e do debate para o processo científico, continuaremos permitindo conteúdo sobre políticas de vacinas, novos ensaios de vacinas e sucessos ou fracassos históricos de vacinas no YouTube. Testemunhos pessoais relacionados a vacinas também serão permitidos, desde que o vídeo não viole outras diretrizes da comunidade ou o canal não mostre um padrão de promoção de hesitação à vacina”, segundo trecho do comunicado.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp