Veterinária denuncia sócio por estupro; Vítima acredita ter ingerido ‘bebida batizada’

Uma médica veterinária, de 29 anos, fez uma denúncia contra um sócio, também veterinário, acusando-o de estupro. O suspeito também é primo e tio da vítima.

O caso é investigado pela 1ª Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM-Palmas) e o inquérito policial está sob segredo de justiça.

“Fomos para a chácara dele. Lá comemorávamos o aniversário de uma funcionária da clínica. Por volta de 5h30 da madrugada, todo mundo entrou na piscina. Ele me deu um copo de cerveja e eu comecei a ficar tonta”, relatou a veterinária.

A vítima contou ainda que varias pessoas testemunharam o que houve e quando acordou sentiu que “o mundo estivesse revirado”. Após o Boletim de Ocorrência, a veterinária consegui uma medida protetiva de 500m da clínica e relatou sobre o caso de outras mulheres que também poderiam ter sido vítimas.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp