Vacinação do rebanho contra febre aftosa deve ser declarada até o dia 10

Os produtores rurais do Tocantins têm até segunda-feira (10) para declarar a vacinação do rebanho contra a febre aftosa. Segundo a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), cerca de 4,5 milhões de bovinos e bubalinos deveriam ser vacinados no ano passado. Os proprietários que não cumprirem o prazo ficarão impedido de movimentar o rebanho.

A declaração é obrigatória e deve ser realizada até 10 dias após a compra da vacina. Mesmo que o produtor não tenha bovinos que estejam na idade vacinal de zero a 24 meses é necessário fazer a declaração do restante dos animais para atualização cadastral.

Após o encerramento do prazo a Adapec fará um levantamento para identificar os produtores que não comunicaram a vacinação do rebanho.

“Nossos técnicos vão até a propriedade rural, notifica o produtor sobre a multa e outras sanções e agenda a vacinação dos animais, que poderá ser acompanhada ou assistida”, explica o responsável pelo Programa Estadual de Vigilância em Febre Aftosa da Adapec, João Eduardo Pires.

A multa para quem não declarar a vacinação é de R$ 127,69 por propriedade. Além do valor a ser pago, a ficha do produtor também rural ficará bloqueada, impedindo a movimentação do rebanho até a regularização.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp