Tocantins registra 156 ocorrências por interferência na rede elétrica

Somente no primeiro semestre deste ano, o Tocantins registrou 156 ocorrências por interferência na rede elétrica. Destas, mais de 40% foram ocasionadas por objetos estranhos que ficaram presos nos cabos, o que pode provocar acidentes, incêndios e comprometer o fornecimento de energia.

Dentre as demais ocorrências, também constam ação de vandalismo, galhos de árvore, intervenção na rede sem autorização e até roubo de equipamentos, como transformadores e condutores. Além dos objetos diversos, um em especial merece destaque: as pipas foram responsáveis por 20 ocorrências registradas entre janeiro e junho deste ano. Ao se enroscarem nos fios elétricos, as pipas podem provocar curto-circuito, descarga elétrica e a interrupção de energia na região.

“Empinar pipa é uma brincadeira muito divertida e saudável, mas todo cuidado é pouco pois ela pode se tornar muito perigosa se praticada próxima da rede elétrica. Dependendo do tipo de cerol utilizado, a linha da pipa pode causar choques, colocando a vida de quem está apenas se divertindo em risco. Ao tocar a rede, as pipas podem ainda causar a interrupção do fornecimento de energia”, afirma o gerente de Operações da Energisa Tocantins, Alberto Cunha.

Para que não haja riscos à segurança da população e ao fornecimento de energia na sua região, alguns cuidados precisam ser adotados. Alberto Cunha, gerente de Operações, da Energisa, orienta que as pipas nunca devem ser empinadas próximas à rede de distribuição, pois o cerol aplicado na linha é um condutor de eletricidade por conter raspas de vidro e pó metálico adicionado à cola. O cerol acaba energizando a linha em contato com a rede elétrica.

“Jamais tente retirar as pipas presas em postes ou na fiação. A recomendação é acionar a Energisa o mais rápido possível através dos nossos canais de atendimento para evitar acidentes. Apenas os profissionais autorizados pela Energisa, com treinamento e munidos de todos os itens de segurança, podem fazer intervenções na rede elétrica”, afirma Alberto.

Dicas de segurança

– Jamais solte pipa próximo à rede elétrica e em ruas e avenidas movimentas. A distração pode provocar acidentes;
– Quando for brincar de soltar pipas, procure um campo aberto, longe da rede elétrica e da passagem de veículos, principalmente motos;
– Evite utilizar materiais cortantes, como a linha chilena e o cerol, que podem provocar inclusive acidentes fatais com motociclistas e ciclistas;
– Se a pipa enroscar na rede elétrica, acione a Energisa. Apenas profissionais autorizados pela empresa, munidos de todos os itens de segurança e treinamentos necessários, podem fazer a manutenção na rede elétrica;
– Se perceber raios e relâmpagos, pare de soltar pipas e vá para um local seguro. Evite inclusive árvores;
– Alerte outras pessoas sobre o risco de soltar pipas sem os devidos cuidados. A conscientização é fundamental para reduzir transtornos e acidentes.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp