Suspeitos de maus-tratos a animais na cavalgada de Araguaína serão denunciados ao Ministério Público

Denúncia partirá da Associação Protetora dos Animais de Araguaína (APAA).

A Associação Protetora dos Animais de Araguaína (APAA) anunciou que deve formalizar uma denúncia no Ministério Público do Tocantins (MPTO) contra maus-tratos a animais durante a cavalgada de Araguaína, neste domingo (5).

Em imagens feitas no local, cavalos aparecem machucados ou sendo agredidos pelos proprietários. Além de cavalos com sinais de exaustão extrema carregando pesos. Câmeras de segurança também flagraram o momento exato de um acidente causado por dois cavalos correndo em disparada pelo centro da cidade, os animais colidiram contra uma motocicleta com duas pessoas.

A Associação alega que recebeu todos os vídeos provando as ações de maus-tratos e informa que será protocolado um relatório descrevendo as denúncias. “Iremos especificar os casos que recebemos, juntamente com as provas. E denunciar para o órgão competente o ocorrido. Bem como, iremos soltar uma nota de repúdio ao evento”, explicou um integrante da associação.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp