Suspeitos de assassinarem guarda municipal morrem em confronto com a PM

Luciano Pereira Cardoso tinha 33 anos e foi esfaqueado dentro de casa. Os suspeitos eram vizinhos de Luciano.

O guarda municipal Luciano Pereira Cardoso, de 33 anos, foi assassinado nesta sexta-feira (22) em Araguaína. Os suspeitos do crime morreram logo após durante um confronto com a Polícia Militar.

A Secretaria de Estado da Saúde disse em nota que a vítima chegou a ser socorrida com vida mas infelizmente morreu. O crime aconteceu por volta das 4h da madrugada, quando os três vizinhos de Cardoso invadiram a residência dele.

A suspeita é que os criminosos tenham arrebentado a porta da casa e rendido o guarda, que estava de folga. Depois, teriam o agredido com golpes de faca e outros objetos que causaram lesões graves. Assim que fugiram, o trio deixou a faca usada no crime.

A PM encontrou os suspeitos em uma área de mata às margens da TO-222, dentro do Parwue das Águas, segundo a equipe, houve resistência e troca de tiros. Os três morreram e ainda não tiveram os nomes divulgados.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp