Suspeito de ser matador de aluguel é preso em operação policial

O indivíduo também é suspeito de chefiar facção criminosa.

Um homem de 32 anos foi preso em Anapu, Pará, em uma ação conjunta dos dois estados, por ser suspeito de atuar como matador de aluguel e ter envolvimento em pelo menos cinco assassinatos, inclusive da morte de um empresário em Paraíso do Tocantins, em fevereiro deste ano.

O delegado Antônio Onofre Oliveira contou que a 6ª Divisão de Combate ao Crime Organizado (Deic), de Paraíso, começou a investigar o homem após um crime no município, onde duas vítimas foram baleadas, uma delas era o empresário que não resistiu e foi a óbito. O enteado, foi atingido mas sobreviveu. O suspeito da execução, foi preso em abril, em Brasília, mas o comparsa ainda estava sendo procurado. “No dia do crime, o homem preso hoje, dirigia o veículo que teria dado fuga ao executor do empresário, em Paraíso, além de ter auxiliado na execução do homicídio que teria sido praticado a mando de outra pessoa que também já foi identificada e é considerada foragida da Justiça” disse o delegado.

A SSP-TO alegou que o homem é considerado de alta periculosidade e é suspeito de atuar como matador de aluguel em Minas Gerais, Espírito Santo e também no Tocantins. Após troca de informações da PM do Pará com a Deic do Tocantins, o homem foi detido e conduzido à Central de Flagrantes da Polícia Civil em Anapu. Ele se encontra no presídio de Altamira (PA) mas à disposição da Justiça do Tocantins.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp