Suspeito de exploração sexual e estupro de vulnerável é preso com mais de 3 mil vídeos armazenados

PF ainda encontrou sapatinho de criança junto com o suspeito.

Um suspeito de exploração sexual infantil e estupro de vulnerável foi preso pela Polícia Federal nesta segunda-feira (25) em Araguaína. Na casa do homem, foram apreendidos um sapatinho de criança e um estojo contendo pen drives com 3.685 vídeos de sexo explícito ou pornográfico com crianças e adolescente. Em um dos vídeos, uma criança aparecia sendo abusada sexualmente pelo investigado.

A Operação Velar III começou após a organização norte-americana, National Center for Missing and Exploited Children, reportou a ação de um morador de Araguaína que estaria armazenando vídeos de sexto explícito com crianças e adolescentes. Segundo a PF, ainda não é possível estimar quantas crianças teriam sido vítimas do abusador e nem há quanto tempo ele atua cometendo os crimes.

Caso seja condenado, o investigado deve responder por estupro de vulneral e produção e armazenamento de pornografia infantil, com pena de até 27 anos de prisão.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp