Suspeito de armazenar 700 imagens de pornografia infantil é preso pela PF

Essa já é segunda fase da Operação Rapina 007.

A Polícia Federal cumpriu nesta sexta-feira (18) um mandado de prisão preventiva contra um homem suspeito de armazenar e compartilhar conteúdo de pornografia infantil.

As investigações são realizadas em Palmas e acontecem desde outubro de 2021. Com as buscas, mais de 700 imagens pornográficas de crianças e adolescentes foram apreendidas.

O suspeito usou diversos codinomes para não ser identificado, entre eles o bordão “007” de difícil identificação pelas forças policiais. Se condenado, o homem pode responder por oferta, troca, disponibilização de cenas de sexo explícito e pornográfica envolvendo menores.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp