Serial killer preso em São Luís cometeu crimes em Araguaína e no Maranhão

Renan Barros é autor do triplo homicídio ocorrido em 27 de maio deste ano em Araguaína.

Renan Barros da Silva, de 22 anos, foi capturado em Rondon (PA) e transferido para São Luís (MA). Enquadrado como serial Killer, ele matava por prazer e tinha como padrão efetuar vários disparos de arma de fogo na cabeça suas vítimas.

De acordo com a investigação realizada pela DHPP, Renan executou em Palmas, dia 03 de novembro de 2020, na companhia de outras pessoas, Fernando da Silva Brito, que havia furtado junto com ele aproximadamente 60 aparelhos celulares. Em 22 de novembro, a vítima foi Luiz Gonzaga Dias, morto às margens da TO-222 sentido Araguaína, Luiz havia chamado a namorada de Renan para dançar, em um bar que os três estavam. Renan seguiu a vítima que estava em uma motocicleta e efetuou diversos disparos contra ele.

Em 27 de maio, Francisco Régis Freitas Gonçalves, Simião Neto Pereira e Manoel Cassiano de Oliveira, foram executados em uma rotatória do setor Nova Araguaína. Renan não conhecia nenhuma das vítimas tentou atirar contra uma quarta pessoa, que conseguiu fugir do local.

A sexta vítima foi morta em Estreito Maranhão, cidade natal do autor, em 29 de junho de 2021, essa investigação ocorre em segredo de justiça mas já se sabe que a vítima também foi morta com vários tiros na cabeça.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp