Secretário dos EUA diz que Rússia pode invadir a Ucrânia ‘a qualquer momento’

Antony Blinken, secretário de Estado dos EUA, disse nesta sexta-feira (11) que a Rússia segue enviando soldados para a fronteira com a Ucrânia e alerta que uma invasão pode acontecer “a qualquer momento”.

Blinken afirmou que seu país está retirando membros da embaixada na Ucrânia e pediu para que cidadãos norte-americanos voltem aos EUA o mais rápido possível, reforçando o pedido do presidente Joe Biden, feito na quinta-feira (10). “Simplificando, continuamos a ver sinais muito preocupantes da escalada russa, incluindo novas forças chegando à fronteira. Continuaremos esse processo [de pedir a saída de membros da embaixada norte-americana na Ucrânia] e também deixamos muito claro que qualquer cidadão americano que permaneça na Ucrânia deve sair agora”, disse o secretário.

A Rússia nega as acusações de invasão e iniciou ainda hoje um exercício de 10 dias para os exércitos russo e bielorrusso. Em comunicado, o ministério de Defesa do país alegou que o exercício acontece para preparar o país para deter e repelir qualquer agressão externa.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp