Retorno das aulas da rede estadual do Tocantins é adiado

Estado estabeleceu o início do ano letivo para 14 de fevereiro, citando preocupação com o aumento de casos de Covid-19.

O Governo do Tocantins anunciou nessa quarta-feira (19) o adiamento do início do ano letivo em toda a rede estadual. No calendário de 2022, a volta estava prevista para o dia 1º de fevereiro e com a nova decisão, o retorno fica marcado para o dia 14 do mesmo mês.

A Secretaria de Educação e Cultura (Seduc) justificou a decisão citando o avanço na transmissão da Covid-19 e da Influenza (H3N2) no estado, além das condições das estradas atingidas por enchentes que pode prejudicar o transporte de alunos da zona rural. “Em atenção à garantia do direito de acesso igualitário à sala de aula, consideramos prudente adequar o calendário, pois muitas localidades do Estado estão com o acesso limitado em razão das fortes chuvas. Por outro lado, precisamos manter a rigorosidade dos protocolos de biossegurança, pois a escola é um ambiente controlado”, contou o secretário Fábio Vaz.

A Seduc ainda informou que um ofício da Associação Tocantinense de Municípios (ATM) expôs que 82 dos 139 prefeitos do estado achavam o adiamento a melhor escolha. A Secretaria garantiu os 200 dias letivos e as férias no mês de julho, os nove dias perdidos no começo de fevereiro devido ao adiamento, serão redistribuídos ao longo do ano.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp