Reino Unido confirma primeira morte por variante ômicron

No país há mais de 1200 casos confirmados.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou nesta segunda-feira (13) a primeira morte por variante ômicron da Covid-19 no país, sendo o primeiro caso conhecido de morte pela ômicron no mundo. “Infelizmente a ômicron está gerando hospitalizações e, tristemente, pelo menos um paciente morreu com ômicron, confirmado”, disse o primeiro-ministro.

Os primeiros casos da variante foram detectados em 27 de novembro, na contagem de domingo (12) o país somava 3.137 casos confirmados. O ministro da Saúde do Reino Unido, Sajid Javid, afirmou o rápido avanço da doença e citou estar novamente em “uma corrida entre a vacina e o vírus”.

No Brasil, 11 casos já foram identificados mas Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, diz que “com certeza” deve existir mais. “Já foram identificados 11 casos da variante ômicron aqui no Brasil e, com certeza, devem existir mais […] quando se identifica uma variante, não é o caso de punir o país que a identificou. Temos que aplaudir quem identifica as variantes do vírus para que possamos nos preparar melhor para combater as ameaças causadas por mutações”, disse o ministro.

Os casos estão entre os estados de São Paulo, Distrito Federal, Rio Grande do Sul e Goiás. Ainda no dia 12, investigavam outras duas notificações em Goiás e em Minas Gerais.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp