Quanto pesa uma arroba do boi?

Medida é usada desde a idade média e é referência para o peso de bovinos no Brasil.

arroba do boi é uma medida de origem Árabe que foi adotada pelo Brasil e diversos outros países como Espanha e Portugal, que representa o peso de carcaça do boi abatido no frigorífico.

Os primeiros registros de utilização da expressão, e do símbolo @, datam de 1536, em um documento usado pelo comércio de Florença, na Itália.

Desde então, a medida passou a ser utilizada para representar o peso de produtos comercializados e orientar sobre sua precificação.

O peso para a pecuária

Quando falamos em bovinos, uma arroba de peso equivale a 15 quilos, levando em consideração o peso da carcaça.

Ou seja, isso significa um animal abatido, sem a cabeça, sem a pele, sem as patas e sem as vísceras. Leva-se em consideração também um rendimento médio de carcaça de 50%.

Bovinos a pasto. Foto: Wenderson Araujo/CNA

Peso Vivo

Quando falamos em peso vivo, é referente ao peso do animal da balança da propriedade, vivo, aí a referência da arroba de 15 quilos, neste caso é multiplicada por 2, subindo para 30 quilos. Levando em consideração em rendimento médio de carcaça de 50%, de peso após o abate.

No dia a dia das fazendas é comum a utilização da arroba em referência ao peso vivo do animal. Para não haver dúvida, um animal de 540 kg, pesa 18 arrobas de peso vivo.

Ao ser abatido, estamos falando de uma carcaça de 270 kg. Vale lembrar que, dependendo do manejo, o rendimento de carcaça pode ser maior ou menor que 50%. Isso pode representar uma diferença na hora de fechar as contas.

Manejo pré-abate

É importante a garantia de um período de jejum dos animais que não seja severo, que não ultrapasse 12 horas.

Considera-se o transporte e tempo no curral do frigorífico, para não comprometer o bem-estar dos animais, para que não percam mais do que 2% ou 4% de peso vivo.

Neste período é importante que o animal esteja bem hidratado, calmo, para que possa eliminar o conteúdo ruminal que pode influenciar na pesagem, e consequentemente no rendimento de carcaça.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp