Por crime de homofobia, três vereadores em Araguaína são alvos de ação Civil Sargento Jorge (Patriota), Ygor Cortez (PV) e Marcos Duarte (SD) foram denunciados pelo Coletivo SOMOS.

Após comentários homofóbicos na tribuna da Casa de Leis e nas redes sociais, os vereadores foram denunciados em maio e junho desse ano. O CAOCCID, Centro de Apoio Operacional do Consumidor, da Cidadania, dos Direitos Humanos e da Mulher, emitiu um parecer orientando a 6° Promotoria de Justiça de Araguaína a propor uma ação civil contra os políticos.

O texto assinado pela Promotora de Justiça e coordenadora do CAOCCID alegou que as manifestações feitas pelos alvos era nocivas à comunidade LGBT. O MPTO também sugeriu a criação de uma comissão especializada para discutir questões LGBTQIA+ dentro da Câmara de Araguaína.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp