Ponte foi destruída pela enchente na zona rural de Talismã e famílias ficam isoladas em fazenda

Um grupo de pelo menos 13 famílias está isolado em uma comunidade na zona rural de Talismã, sul do Tocantins. O acesso está interditado mesmo após o nível dos córregos começar a baixar na cidade nesta quarta-feira (29). É que a enchente destruiu uma ponte e danificou as estradas vicinais. Máquinas da prefeitura estão na região fazendo obras paliativas e abrindo desvios.

O córrego Pindobeira chegou a subir três metros acima do que é considerado normal. As famílias isoladas estão na região da fazenda Juriti. “Todas as saídas nossas estão interditadas. Agora ficou impossível, não vai caminhão e nem carro pequeno. Todo o trânsito nosso é feito por aqui” diz o administrador da propriedade Jânio Paulo de Lima.

A Defesa Civil da cidade está monitorando a água. Segundo o coordenador, João Carlos Lopes, as comunidades da região da Fazenda Jatobá e também de Pondodeira devem ficar atentos para a possibilidade de novos alagamentos, porque a previsão dos próximos dias é de mais chuva.

Mais de 20 cidades do Tocantins estão enfrentando problemas com as chuvas. O balanço mais recente da Defesa Civil estadual é de que 147 pessoas foram afetadas, sendo que 30 estão desabrigadas e 62 desalojadas. As outras 55 precisaram ser retiradas ou resgatadas, mas já conseguiram voltar para casa.

Em entrevista na manhã desta quarta-feira (29), o diretor executivo da Defesa Civil Estadual, major Alex Matos, disse que o pior já passou, mas que o número de famílias impactadas por aumentar.

“É claro que os números de pessoas atingidas pode aumentar porque estamos trabalhando para acessar essas pessoas ou atualizar os números. Mas agora buscar para que essa normalidade volte o quanto antes possível”, disse ele.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp