PM prende homem acusado de lesão corporal grave, cárcere privado e posse de munição em Araguaçu

Na madrugada desta sexta-feira, 20, a Polícia Militar prendeu um homem de 43 anos, acusados de lesão corporal, cárcere privado e posse de munição, na zona rural de Araguaçu. Durante as diligências foram apreendidas uma arma branca e dois cartuchos calibre 32.

A equipe da PM de Araguaçu foi acionada por uma testemunha, que relatou ter socorrido duas pessoas para o Hospital da cidade, sendo as vítimas um homem de 78 anos e uma mulher de 72 anos, os quais haviam sofrido espancamento e estavam sendo mantidos em cárcere privado em sua residência, na Fazenda Dois Irmãos. O suspeito era funcionário da Fazenda, conhecido como “Macarrão”.

Os policiais deslocaram até o hospital local, onde constataram a veracidade dos fatos. Conforme as vítimas, o acusado foi contratado para roçar a pastagem e após discussão com o proprietário da fazenda, passou a espancar as duas vítimas, por três dias seguidos e ainda havia impedido os idosos de saírem da residência. As vítimas apresentavam lesões graves por todo corpo e cabeça. Segundo a médica plantonista Dr. Maria Cristina, havia indícios de violência sexual contra na idosa.

Em seguida, a equipe deslocou até a propriedade rural e localizou o suspeito. Quando ele visualizou a viatura tentou fugir do local, sendo contido e preso. O suspeito confessou o crime e disse que havia espancado as vítimas porque estava sendo humilhado, por causa da alimentação.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp