Partidos terão acesso ao código-fonte da urna eletrônica em 4 de outubro

O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, anunciou na última terça-feira (31) a data em que será aberto o código-fonte das urnas eletrônicas para os partidos políticos: 4 de outubro.

Na data, os partidos com representação no Congresso Nacional poderão inspecionar as urnas que serão utilizadas nas Eleições de 2022. Após a inspeção e assinatura digital dos candidatos, o programa é lacrado e enviado aos Tribunais Regionais Federais. O processo pode ser acompanhado por representantes dos partidos e da sociedade civil.

Mais transparência
Com a recente polêmica envolvendo as urnas eletrônicas, incluindo a votação e derrota da PEC que pedia a implantação do voto impresso, o TSE anunciou uma série de medidas para garantir mais transparência nos próximos pleitos.
Com isso, além dos grupos partidários, também devem participar os integrantes da comissão de transparência das eleições, iniciativa recém-criada pelo TSE. Após assistir a uma apresentação da equipe de tecnologia da informação do TSE, os convidados poderão ir até a sala onde ficam os computadores disponíveis para os técnicos dos partidos.

Segundo Barroso, as ações foram anunciadas em “consideração e respeito às pessoas de boa-fé” que estão com dúvidas sobre o sistema eleitoral. Além de disponibilizar o código-fonte da urna para os partidos no mês que vem, o TSE também realizará, em novembro, o Teste Público de Segurança.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp