Operação investiga grupo suspeito de fraudar sistema do Detran para apagar débitos de motoristas

A operação realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público, com apoio da Polícia Civil realiza nesta terça-feira,23, mandados de busca e apreensão contra um grupo suspeito de praticar fraudes no sistema do Departamento de Trânsito do Tocantins (Detran).

Ao todo, são seis mandados cumpridos entre Palmas e Goiânia, entre os investigados estão servidores do Detran e despachantes suspeitos de inserirem informações falsas no sistema DetranNet. Os crimes teriam acontecido entre 2019 e 2020, os suspeitos prometiam aos motoristas que apagariam notificações, multas e taxas cobrando metade do valor que deveria ser pago ao Estado. O grupo simulava uma falha no sistema e realizavam as fraudes.

Foram apreendidos com os investigados celulares, notebooks e documentos. Os suspeitos responderão por corrupção ativa e passiva e organização criminosa com concurso de funcionários públicos.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp