Operação de fiscalização flagra festas clandestinas com mais de mil pessoas

As equipes de fiscalização da Prefeitura de Palmas colocaram fim a uma festa clandestina realizada em uma chácara no km 9 da rodovia TO-020, que liga Palmas a Aparecida do Rio Negro, na noite do último sábado para madrugada de domingo, durante ação da Operação Tolerância Zero. O evento de grande porte tinha aproximadamente mil pessoas. Outras três festas foram encerradas em diversos pontos da Capital.

Novamente, os fiscais de Obras e Posturas das Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Serviços Regionais (Sedusr) registraram diversas irregularidades e desrespeito às medidas de controle e prevenção ao novo coronavírus (Covid-19). Os trabalhos resultaram na aplicação de dez autos de infração, com inúmeras abordagens de inibição e orientação nos pontos comerciais.

De acordo com a Diretoria de Fiscalização Urbana da Sedusr, entre a noite de sexta-feira, 20, quando as ações foram intensificadas, e o domingo, 22, as equipes receberam diversas denúncias, que geraram visitas nos locais informados. Os espaços públicos, como o estacionamento do Estádio Nilton Santos e as imediações da Praia da Graciosa, também foram alvos das vistorias com a constatação de aglomerações, que foram dispersadas pelos fiscais.

Aglomeração

Mesmo com a ajuda da população que denunciou a promoção das festas clandestinas, as forças de segurança, ainda no decorrer da semana, já estavam atentas e monitorando os locais dos possíveis eventos que seriam realizados sem a devida autorização pelos órgãos competentes. As suspeitas foram confirmadas com as rodas e patrulhamento. Os responsáveis pela realização das festas foram multados por descumprirem as medidas estabelecidas via decretos.

Ação conjunta

A operação é uma ação conjunta da Diretoria de Fiscalização Urbana da Sedusr, e a Vigilância Sanitária Municipal (Visa), com o apoio operacional dos agentes de Trânsito e Transporte, Guarda Metropolitana de Palmas (GMP), Polícia Militar (PM), Polícia Civil, Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote), Corpo de Bombeiros Militar, equipe da Cidadania e Justiça, do Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran-TO) e o Procon-TO.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp