Operação Caninana: Polícia Federal faz operação contra policiais civis suspeitos de execuções

Durante a operação foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão em diversos endereços ligados agentes e delegados da Polícia Civil do Tocantins. A sede da Denarc em Palmas também foi alvo. Cinco policiais tiveram as prisões preventivas decretadas e foram afastados das funções públicas.

Conforme a decisão, ao menos quatro carros foram identificados por câmeras de segurança e radares de trânsito após deixarem cenas de assassinatos. Os veículos descaracterizados eram acautelados, ou seja, eram utilizados pela Polícia Civil mesmo não estando registrados em nome do estado.
“Os investigadores conseguiram posicionar veículos com as mesmas características em locais próximos e em horários compatíveis, permitindo que se traçasse a rota de fuga dos autores do delito. O que viabilizou a identificação das placas dos veículos utilizados nos delitos”, diz trecho da decisão.
Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp