O Centro de Apoio do Governo atende os romeiros até esta segunda-feira, 16.

O Governo do Tocantins, desde o dia 7 de agosto oferta suporte para descanso, cuidados com a saúde, água e alimentação leve aos visitantes da festa de Nosso Senhor do Bonfim que passam pelo Centro de Apoio aos romeiros a 12 km do santuário. O Centro recepciona os fiéis visitantes com uma equipe multifuncional do Estado que oferta água, alimentos leves, banheiros, cadeiras para descanso, assistência à saúde e orientações sobre os protocolos de distanciamento da Covid-19.

A caminhada, de 24 km, de Natividade até o santuário do Senhor do Bomfim é uma tradição centenária e os romeiros cumprem o trajeto a pé, montados a cavalo ou de bicicleta. Os grupos mais devotos costumam percorrer uma distância ainda maior, saindo de Gurupi e até mesmo de Palmas.

O gestor da Secretaria Estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), José Messias de Araújo, recepcionou pessoalmente o governador Mauro Carlesse que passou pelo Centro de Apoio nesse domingo, 15. Na ocasião, o secretário destacou a importância do local que serve para que os caminhantes possam recuperar as energias e prosseguir em direção ao santuário.
“A Setas já colabora com esse atendimento há quase duas décadas. Nosso objetivo é poder atender as necessidades dos romeiros que enfrentam o sol escaldante e muito calor durante o percurso. Quando aqui chegam, eles são recepcionados pela equipe integrada do Estado que realiza esse apoio aos grupos com muita dedicação, além de orientar sobre os cuidados para evitar a contaminação pela Covid-19”, ressalta o gestor.

Atendimento

A Setas participa desta ação, juntamente com outras pastas do Estado, há 18 anos e esse ano já atendeu mais de 6 mil fiéis que buscam cumprir seu compromisso de fé. O Centro continua atendendo os fiéis até esta segunda-feira, 16.

Edmilson Pereira, de 50 anos, é motorista e veio de Gurupi para pagar uma promessa de cura recebida, e disse que foi muito atendido na barraca de apoio. “Já participei outras vezes, mas como romeiro é a primeira vez. Venho para pagar uma promessa de cura que conseguimos e achei muito bom esse atendimento no Centro de Apoio”, disse ele.

Fortunato Soares Barros, 75 anos, ginecologista, também veio de Gurupi. “Acompanho as festividades e participo da caminhada há 24 anos. Venho agradecer tudo que Jesus faz por mim. Gostei muito da barraca de apoio, as pessoas vêm andando com sede e calor, e ter esse apoio é muito bom”, afirmou.

Encerramento das festividades

O encerramento da festa religiosa ocorre nesta segunda-feira, 16, com a tradicional missa dos romeiros com transmissão online pelas redes sociais.

Romaria de Nosso Senhor do Bonfim

A tradição do Bonfim na região teve início em 1750 quando um vaqueiro encontrou a imagem religiosa na região do povoado Bonfim. Conta a tradição popular, que ele a teria levado para a cidade e que, a imagem teria desaparecido dias depois e reaparecido misteriosamente no mesmo local onde foi encontrado. Desde então, a devoção no Senhor do Bonfim foi se espalhando pela região até se tornar a maior e mais tradicional festa religiosa do Estado do Tocantins.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp