Mulher que matou vendedora a pedradas é condenada a 14 anos de prisão

Crime aconteceu em Palmas ainda no ano de 2020.

Marilha dos Santos Silva, de 24 anos, foi condenada a 14 de prisão por matar a vendedora Cleusiane Pereira Cardoso a pedradas após uma discussão por causa de um celular.

A mulher, conhecida como “Lindinha”, teve a pena agravada pois os jurados consideraram o assassinato por motivo fútil e meio cruel. A autora do crime, utilizou um pedaço de concreto de uma construção para desferir golpes na vítima, que teria esbarrado na mulher e derrubado seu celular.

Na época do crime, testemunhas contaram à PM que discussão se deu após Cleusiane dar ré e acidentalmente esbarrar em Marilha. A mulher tentou fugir após o crime mas acabou presa minutos depois, a condenada não tem o direito de recorrer em liberdade e cumprirá a pena inicialmente em regime fechado.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp