Mulher é indiciada por descartar corpo de bebê em saco de lixo

Bebê teria morrido ainda dentro da barriga por asfixia causada pelo cordão umbilical.

A Polícia Civil indiciou nesta quarta-feira (4) uma mulher que teria descartado o corpo de uma recém-nascida em um saco de lixo em Porto Nacional. O bebê foi encontrado por garis durante uma coleta de lixo. A mãe da criança foi indicada por ocultação de cadáver.

O caso aconteceu ainda em maio de 2020. O inquérito apurou que a mãe não provocou aborto e o bebê teria morrido por asfixia, causada pelo cordão umbilical.

Segundo a polícia, a mãe deu à luz na própria casa e ao perceber que o bebê estava sem vida, colocou o corpo no saco de lixo e deixou em frente à casa para ser recolhido com os resíduos

A mulher vai ser indiciada por ocultação de cadáver e a pena pode varias de um a três anos de reclusão.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp