Ministério da Saúde confirma primeira morte por varíola dos macacos no Brasil

Paciente era de Minas Gerais e tinha graves problemas de imunidade.

O Ministério da Saúde confirmou, nesta sexta-feira (29), a primeira morte por varíola dos macacos (monkeypox) no Brasil. Um homem, de 41 anos, que estava internado no Hospital Eduardo de Menezes, em Belo Horizonte e morreu nesta quinta-feira (28).

A varíola dos macacos é transmitida de uma pessoa para outra por contato próximo com lesões, fluidos corporais, gotículas respiratórias e materiais contaminados, como roupas de cama e geralmente se resolve sozinha. Os sintomas costumam durar de 2 a 4 semanas.

No último sábado (23) varíola dos macacos foi declarada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma “emergência de saúde global”. Mais de 18 mil casos e 5 mortes pela doença já foram relatados à organização, em 78 países. Mais de de 70% das infecções vêm da Europa e 25%, das Américas.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp