Mandante de assassinato escrevia bilhete com oração pedindo morte de policiais

Bilhete foi encontrado durante as buscas na casa da mulher.

Uma mulher de 25 anos, suspeita de ser mandante de um assassinato em Paraíso do Tocantins, foi presa pela Polícia Civil nessa quinta-feira (24). Na casa da suspeita, os agentes encontraram um bilhete com uma oração pedindo a morte dos policiais civis e militares da cidade.

“Creio em Deus pai que estava morto e sepultado […] Toda polícia e a justiça de Paraíso, a civil, militar, Força Tática, Rotam, que todos eles sejam mortos e sepultados”, dizia o trecho do pedido.

A mulher tinha um mandado de prisão preventiva pelo assassinato e foi presa em flagrante junto com o companheiro, de 29 anos, por tráfico de drogas e posse de munição. Na residência, foram encontrados mais de meio quilo de crack, porções de cocaína e maconha, além de R$ 2 mil, munições, insumos utilizados no tráfico e uma réplica de espada.

O homicídio o qual a mulher é investigada, ocorreu no dia 10 de setembro de 2021 em Paraíso do Tocantins. Ela teria feito um acordo com um usuário de drogas oferecendo o pagamento em pedras de crack. A vítima foi esfaqueada e a motivação do crime, supostamente, seria uma dívida que a vítima tinha com a mulher.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp