Homem é preso em Palmas suspeito de armazenar mais de 700 imagens de pornografia infantil

Suspeito guardava e compartilhava cenas de sexo explícito envolvendo menores, na deep web.

Um homem foi preso nesta quinta-feira (14), em Palmas, suspeito de armazenas e compartilhar mais de 700 imagens de pornografia infantil desde 2020. Segundo a PF, o suspeito usava as redes sociais e a deep web para guardar e compartilhar vídeos de sexo explícito envolvendo menores de idade.

A ação foi apelidado de Guardião da Inocência e começou em 2021, com objetivo de proteger crianças e adolescentes. O material foi apreendido e o suspeito deve responder por oferta, troca, disponibilização, posse e armazenamento de sexo explícito ou pornográfico envolvendo crianças e adolescentes. A pena pode ultrapassar 10 anos de prisão.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp