Governo recuperou parte de auxílio emergencial pago indevidamente

Ministério da Cidadania informou ter recuperado R$ 6,9 bilhões.

O governo federal recuperou, desde dezembro do ano passado, R$ 6,9 bilhões em recursos do auxílio emergencial que foram pagos indevidamente em 2020 e 2021 a solicitantes que não se encaixavam nos critérios do programa. O anúncio foi feito pelo Ministério da Cidadania mas, mesmo quando questionado, não foi informado o valor total dos pagamentos irregulares.

O Tribunal de Contas da União (TCU) elaborou um relatório com base em dados de orações de controle do próprio governo, que indica um total de R$ 54,6 bilhões pagos a quem não deveria.

O ministério tenta recuperar os recursos do auxílio mandando mensagens aos beneficiados pedindo ressarcimento. O total devolvido até agora incluem devoluções voluntárias, restituições do Imposto de Renda e recursos não movimentados dentro dos prazos legais. O TCU informou que os valores ressarcidos podem ser usados para pagar um auxílio de R$ 300 para 600 milhões de brasileiros nos próximos três meses.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp