Governo federal não autoriza ajuda humanitária da Argentina

Governou negou pedido de Rui Costa que autoria missão Argentina à Bahia.

O Ministério das Relações Exteriores negou o pedido do governador da Bahia, Rui Costa, que autorizava a Argentina a enviar ajuda humanitária às cidades afetadas pelas chuvas no estado.

Em um trecho do documento de dispensa enviado pelo governo, o Ministério alega que os recursos pessoais e financeiros são suficientes para enfrentar a emergência. “Na hipótese de agravamento da situação, requerendo-se necessidades suplementares de assistência, o Governo brasileiro poderá vir a aceitar a oferta argentina de apoio da Comissão Capacetes Brancos, cujos trabalhos são amplamente reconhecidos”, cita outro trecho do documento.

Até o momento, 24 pessoas morreram devido às fortes chuvas na Bahia. A Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec) divulgou que 91.258 pessoas estão desabrigadas ou desalojadas e 629.398 pessoas foram afetadas de alguma forma pela chuva. O número de feridos já chegou a 434 e cerca de 130 cidades estão sob decreto de situação de emergência.

O governo estadual da Bahia expôs que a Argentina ofereceu envio imediato de dez profissionais especializados em saneamento, logística e apoio psicossocial para as vítimas de desastres. Rui Costa agradeceu ao embaixador Daniel Scioli, à presidente da comissão nacional dos Capacetes Brancos e ao cônsul-geral da Argentina na Bahia, Pablo Virasoro, que oficializou a oferta de ajuda.

Nesta quarta-feira (29) foi publicado na conta oficial do presidente Jair Bolsonaro, um vídeo mostrando entrega de mantimentos ao estado da Bahia, realizada pelo governo federal. Aliados do presidente já sugeriram que ele volte ao sul da Bahia antes que seu recesso de fim de ano acabe.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp