Google vai aos tribunais contra multa de US$ 5 bilhões na Europa

O Google decidiu tentar reverter nos tribunais uma multa de pouco mais de US$ 5 bilhões que recebeu de uma agência reguladora da União Europeia em 2018.
Segundo a agência de notícias Reuters, a ação judicial será julgada em uma audiência realizada em Luxemburgo. Ela começa em 27 de setembro deste ano e pode levar até cinco dias.
Originalmente, o Google foi condenado por supostas práticas anticompetitivas a partir do Android, aproveitando-se do próprio sistema operacional móvel para, desde 2011, enfraquecer concorrentes e obrigar fabricantes de celulares a adotarem a ferramenta de busca da companhia e o navegador Google Chrome a partir da pré-instalação nativa.

Imagem: Pixabay/Reprodução

Uma investigação atrás de outra
Ainda em 2018, um recurso do Google já havia sido rejeitado. A empresa alega que o Android é uma plataforma aberta a colaborações e parcerias e trouxe “mais chances a todos” os consumidores. Grupos de lobistas a favor da empresa incluem a HMD Global, atual dona da licença da Nokia, e a Opera Software. No final de junho deste ano, a quarta investigação da Comissão Europeia teve início e pode levar a mais uma multa, desta vez a respeito de anúncios online mantidos pela gigante.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp