Facebook, WhatsApp e Instagram vão banir contas ligadas ao Talibã

Nesta terça-feira (17), menos de 48h depois do Talibã tomar a cidade de Cabul, no Afeganistão, um porta-voz do Facebook anunciou que a plataforma banirá contas e conteúdos de apoio à organização nas plataformas da empresa. Dessa forma, não serão permitidos conteúdos relacionados no Facebook, Instagram e, “sempre que possível”, no WhatsApp.

Segundo o porta-voz, em entrevista à Fast Company, o Talibã é sancionado como uma organização terrorista pela lei dos Estados Unidos. Sendo assim, eles foram banidos dos serviços da plataforma, conforme preveem as políticas contra Organização Perigosa do Facebook.

“Também temos uma equipe dedicada de especialistas no Afeganistão, são falantes nativos de dari e pashto e têm conhecimento do contexto local, ajudando a identificar e nos alertar sobre questões emergentes na plataforma”, concluiu.
O Facebook têm trabalhado contra a disseminação de fake news e para controlar os conteúdos sensíveis em sua plataforma, tarefa esta que se torna mais fácil no próprio Facebook e no Instagram.

Quanto ao WhatsApp, a tecnologia de criptografia ponta a ponta não permite que a empresa tenha conhecimento das informações que estão sendo compartilhadas. O porta-voz do Facebook anunciou que, caso a empresa descubra que o Talibã está utilizando canais da plataforma, irá tomar as medidas cabíveis.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp