Energisa alerta: altas temperaturas e clima seco exigem mais atenção no uso de energia elétrica

É importante observar o histórico de consumo de energia para entender a variação nesse período mais quente.

O Tocantins vivencia um período de forte calor e clima seco. Sem previsão de chuvas contínuas e com o aumento da temperatura nos próximos meses, a solução para amenizar o calor é buscar alento com o uso de ventiladores, ares-condicionados e climatizadores. Mas atenção, é preciso estar atento pois esses eletrodomésticos precisam trabalhar ainda mais para manter o desempenho em dias mais quentes.

Em épocas mais quentes, mesmo você agindo com os mesmos hábitos de antes, é possível que o consumo de energia apresente alteração. Isso porque, o ar condicionado, por exemplo, precisa trabalhar mais para chegar na mesma temperatura que habitualmente você utiliza, mudando a temperatura real do ambiente.

“É comum o aumento no consumo de energia elétrica nessa época do ano. Uma das causas desta variação de consumo é justamente o uso prolongado de eletrodomésticos de refrigeração, como ar-condicionado, geladeiras, freezers e ventiladores. Por isso, para economizar, os clientes precisam ficar atentos ao uso eficiente dos aparelhos elétrico, alterando hábitos de consumo”, explica o engenheiro eletricista da Energisa Tocantins, Roger Pereira.

De acordo com o engenheiro, alguns equipamentos como o ar-condicionado, chuveiro elétrico e ferro de passar podem até ser listados entre os ‘vilões do consumo doméstico’. No entanto, o consumo de energia também está atrelado aos hábitos individuais e coletivos das pessoas que integram a rotina do imóvel.

“Algumas práticas como guardar alimentos quentes na geladeira ou sobrecarregar a tomada com vários aparelhos, também contribuem para aumentar o consumo da energia. Por isso, além de manter as instalações elétricas revisadas, adquirir equipamentos com selo de eficiência energética e desligar aparelhos sem uso das tomadas, é importante que as pessoas adotem um comportamento consciente e assumam o compromisso diário de evitar o desperdício de energia”, enfatiza Roger.

Para ajudar você na tarefa de usar a energia elétrica de maneira consciente, a Energisa Tocantins listou alguns equipamentos e práticas que potencializam o alto consumo doméstico:

Ar-condicionado – o uso de um ar condicionado contribui para o aumento do consumo de energia em cerca de 30% durante o período mais quente do ano. Quando o calor for intenso e não puder abrir mão dele, escolha a temperatura de 23 graus e faça a manutenção e limpeza periódica dos filtros para que a sujeira não atrapalhe o bom funcionamento do aparelho. Alguns aparelhos possuem a função “modo econômico”, que de forma inteligente controlam a temperatura para o uso mais eficiente de energia.

Geladeira – certifique-se de que a vedação (borracha) está em perfeito estado. Se não estiver funcionando bem, a geladeira pode ficar aberta, favorecendo a entrada de ar quente, o que exigirá maior gasto de energia para que o eletrodoméstico cumpra a função de refrigeração. Além disso, evite abrir a geladeira toda hora. Quanto mais tempo aberta, mais energia vai consumir. Não coloque alimentos quentes na geladeira, pois ela vai gastar mais energia para fazer com que o alimento quente chegue à temperatura dos demais.

Aparelhos em stand-by – televisão, micro-ondas, DVD, cafeteira elétrica e outros equipamentos que ficam constantemente na tomada consomem energia. Então, retire-os da tomada quando não estiver usando.

Chuveiro elétrico – responsável por cerca de 25% do consumo de uma residência, o chuveiro elétrico também pode contribuir para que a sua conta de luz venha alta. Então, ao utilizar esse aparelho, verifique a opção em que ele se encontra. A opção “verão” consome 30% menos que a “inverno”. Em épocas mais quentes, verifique se é realmente necessário o uso e/ou diminua o tempo de banho.

Máquina de lavar – não fracione a lavagem de roupas. Se possível, acumule peças e lave tudo de uma vez. Assim, a máquina funcionará com toda a sua capacidade em intervalos maiores, o que reduz o consumo de energia.

Ferro de passar – Opte por passar as roupas de uma única vez na semana. Uma vez que o ferro atingir a temperatura ideal, o aparelho vai atuar apenas para mantendo, sem forçar novamente para esquentar, que é quando há um consumo maior. Ligar o ferro para passar apenas uma ou duas pessoas, várias vezes na semana, vai apresentar uma representação significativa no consumo de energia.

Equipamentos novos – ao comprar um equipamento novo e começar a utilizá-lo, tenha a ciência de que haverá aumento no consumo da energia de sua casa. Mas, para minimizar esse gasto, adquira produtos com o Selo Procel, com indicação ‘A’. A economia ao longo do tempo vale a pena.

Instalações internas – emendas ou instalações inadequadas podem gerar sobrecarga e aumentar o consumo, além do perigo. Nesses casos, é importante que um eletricista qualificado faça a revisão das instalações internas. Evite, ainda, usar ‘benjamin’, ou ‘T’, para ligar vários aparelhos. Esses dispositivos podem gerar sobrecarga de pontos, provocar um curto-circuito e até incêndio.

Computador – Nos intervalos do trabalho, das aulas ou até da diversão on-line, desligue o monitor ou ative o modo de espera do aparelho.

Trabalho e estudo em casa – ao trabalhar ou realizar atividades escolares em casa, procure um ambiente ventilado e com maior entrada de iluminação natural. Dessa forma, não será preciso manter as lâmpadas acesas durante o dia todo. Se, mesmo assim precisar acender a lâmpada, dê preferência às de LED, pois esses modelos consomem menos energia

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp