‘É inaceitável essa violência gratuita’, diz auxiliar agredida por técnico

Como se já não bastasse a cabeçada na assistente de arbitragem Marcielly Netto, o agora ex-técnico do Desportiva Ferroviária Rafael Soriano ainda proferiu xingamentos para bandeira antes de cometer a agressão em jogo válido pelo Campeonato Capixaba, no último domingo (10).

O árbitro da partida entre Nova Venécia e Desportiva Ferroviária, Arthur Rabelo, registrou na súmula a agressão sofrida pela bandeirinha e os xingamentos do treinador após o fim do primeiro tempo do jogo.

No relato, o juiz alega que Rafael invadiu o campo para reclamar com o trio de arbitragem.

“Você está de sacanagem porra, foi pênalti ali e você não marcou, você acabou o jogo no escanteio caralho, você não pode fazer isso”.

Já quando o treinador estava bem próximo de Marcielly, o árbitro descreve que puxou o cartão vermelho logo depois do treinador desferir a cabeçada na assistente.

Marcelly Netto, assistente de arbitragem que levou cabeçada de técnico Reprodução

Antes da agressão, Rafael ainda disse: “Tira a mão de mim, só porque é mulher vai ficar me encostando, vai se f…”.Logo após o triste episódio, a Ferroviária demitiu o técnico. Além disso, na tarde desta segunda-feira (11), Marcielly usou as redes sociais para se posicionar sobre o caso e pedir que a justiça seja feita.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp