Dia da Fotografia: dicas de como melhorar suas fotos

Neste dia 19 de agosto, celebra-se o Dia Internacional da Fotografia, data que reúne amadores e profissionais de todo o planeta para celebrar uma das atividades mais importantes do meio artístico. Assim, não importa se o método utilizado é uma potente câmera DSLR, a lente traseira de um smartphone ou a câmera de selfie de qualquer aparelho celular; hoje, o que vale é compartilhar sua imagem com criatividade e paixão, mostrando a todos a importância de uma das invenções mais revolucionárias da história humana.
E para fazer jus ao Dia da Fotografia, criamos uma matéria especial para ensiná-lo como melhorar a qualidade de suas imagens, seja através de equipamentos próprios para tirar fotos ou através de programas para caprichar na edição, tudo para estimular o hábito da fotografia.
Confira abaixo algumas sugestões valiosas que certamente irão melhorar todas as principais características de seus cliques.
1. Utilize bons programas de edição
A edição de fotos é uma etapa essencial para melhorar a estética da imagem, principalmente para os fotógrafos que levam carreira na área. Com a perda de qualidade e a redução de pixels causados após compartilhar uma imagem nas redes sociais, hospedar a foto com a iluminação e contraste ideais, e adequadamente recortada e angulada para não gerar impactos negativos na moldura, são processos obrigatórios para o artista digital e para a divulgação de um trabalho de qualidade.
Programas como o Lightroom e Photoshop — constantemente recomendados pelos maiores fotógrafos — são uma mão na roda para a edição e aperfeiçoamento de imagens, principalmente se foram adquiridas as versões com features pagos. Porém, o PicsArt também surge como uma excelente ferramenta criativa, incluindo uma comunidade que compartilha recursos e modelos, e um catálogo contendo um conjunto de itens fáceis de usar, como textos, imagens sobrepostas, vídeos, removedor de fundos e objetos, exposição de cores, editor de colagens e muitos outros efeitos únicos.
2. Procure sempre uma boa iluminação
Um dos principais elementos da fotografia é a iluminação, e com ela as imagens podem se valorizar ainda mais em relação à perspectiva, sombras e sensação transmitida. Seja ofertado de forma natural ou artificial, esse conceito é determinante para a qualidade dos ensaios, e enquanto a luz fria proporciona mais contraste e percepção de claridade, a luz quente garante mais aconchego, romantismo e conforto visual.
Uma das ferramentas que mais se destaca ultimamente é o ring light, responsável por melhorar a iluminação de fotos e vídeos de forma personalizada através de um círculo de LED. O acessório, ideal para câmeras e smartphones, é facilmente ajustado e garante inúmeras dinâmicas para os ensaios, fornecendo iluminação suave e uniforme para a superfície que será retratada.
3. Invista em um smartphone com uma boa câmera
Câmeras profissionais ou semiprofissionais podem exigir um alto custo de investimento, então uma alternativa para amadores e iniciantes na fotografia é um smartphone com bom desempenho de imagens. Atualmente, é fácil encontrar modelos que oferecem imagens com resolução mínima em Full HD e com diversos outros recursos embutidos, como conjunto de lentes quádruplas ou triplas, estabilização, autofoco e HDR, além de modos alternativos de foto concentrados em imagens estáticas, panorâmicas, 360º e até mesmo tridimensionais.
Atualmente, um modelo de smartphone com excelente custo benefício é o Xiaomi Mi 10t, que conta com um sistema de câmera tripla (64 MP + 13 MP + 5 MP) que permite tirar fotos em incríveis resoluções de 9238×6928 pixels, além da gravação de vídeos em 8K. O smartphone também se destaca por ter uma das melhores câmeras frontais dos intermediários, trazendo uma lente de 20 MP.
4. Adquira equipamentos para ajudar na fotografia
Para tirar fotos e gravar vídeos com qualidade, o apoio de bons equipamentos é imprescindível, não apenas para manter os ajustes ideais, mas para adequar as imagens a diversos tipos de ambientes e ensaios que exigem uma certa estrutura. Assim, estúdios devem possuir tripés, anéis de iluminação, cenários personalizados e outros materiais que possam fornecer suporte para a manutenção de ângulo e para a exibição de imagens mais claras, porém com as técnicas do olhar do fotógrafo.
Um dos itens mais importantes é o estabilizador, recurso essencial para eliminar as imagens tremidas e borradas, a partir de uma base de apoio que se adequa a inúmeras superfícies. O acessório é tradicionalmente utilizado em sessões com alta exposição, minimizando o tremor e possíveis instabilidades. Como sugestão, selecionamos o estabilizador Gimbal H4 para smartphones, que conta com um suporte ajustável, quatro modos de uso e compatibilidade a ajuste automático.
5. Evolua com uma câmera profissional ou semi
Caso você queira levar a fotografia a sério e encarar uma carreira na área, experimentar câmeras semiprofissionais e profissionais é um caminho obrigatório. Conheça as ferramentas de uma câmera, adquiria uma bom desempenho, explore os inúmeros efeitos e recursos do equipamento; criar uma intimidade com a câmera é um passo determinante para o sucesso profissional e para alavancar a qualidade de fotos e vídeos.
Para iniciantes, a câmera digital PowerShot SX540 HS da Canon é uma excelente recomendação, visto seu incrível potencial para registrar imagens em férias, viagens e ocasiões especiais. O equipamento possui zoom ótico de 50x com uma objetiva ultra grande angular de 24 mm, filmagem em Full HD, captação e enquadramento fáceis e confortáveis, sensor CMOS de 20,3 MP, processador DIGIC 6, conexão Wi-Fi e sistema de disparos criativos que acompanham a confiança e o conhecimento do usuário.
6. Estude sobre fotografia
Não há fórmula mágica para o conhecimento e, até hoje, a melhor maneira de tornar-se especialista em uma área é através do estudo. As técnicas e práticas são determinantes para a formação de um bom fotógrafo, mas a forma mais eficiente de aumentar as habilidades e conhecimentos é aprender sobre arte, teoria fotográfica, grandes nomes da área, funções de equipamentos e outras matérias.
Assim, realizar um curso, especialmente se você for iniciante, pode ser o primeiro passo para despertar a intuição fotográfica e a vontade de criar um nome no mercado, seja qual for a estética ou o estilo de imagens que deseja se inserir. Por exemplo, no curso de fotografia para iniciantes, oferecido por Vinicius Waknin via Udemy, você irá aprender os princípios fundamentais de todo bom fotógrafo em mais de 7 horas de conteúdos, sem a necessidade de qualquer pré-requisito ou de possuir equipamentos prontos para os trabalhos.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp