Com decisão unânime, Carlesse é afastado do governo do Tocantins por seis meses

Mauro Carlesse (PSL) está sendo investigado sobre suposto pagamento de propina e obstrução de investigações.

A Corte Especial do Superior Tribunal (STJ), confirmou por unanimidade, a decisão que afasta do governo do Tocantins, Mauro Carlesse, durante seis meses. A decisão foi inicialmente proposta pelo ministro Mauro Campbell que apurava sobre o envolvimento do governador em um suposto pagamento de propina e obstrução de investigações.

A defesa de Carlesse alegou que só irá se manifestar após acessar todo o teor da decisão. De acordo com a PF, as buscas fizeram parte de duas operações simultâneas que investigam, além do pagamento de propina relacionada ao plano de saúde dos servidores estaduais e obstruções de investigações, a incorporação de recursos públicos desviados.

A TV Anhanguera apurou que a investigação teve início há cerca de dois anos e estima R$ 44 milhões pagos a título de vantagens indevidas.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp