Cidades no Tocantins perderam quase 23 mil doses da vacina contra o CoronaVírus

Inspeção do Ministério Público comprovou que doses irão para o lixo em oito cidades do estado.

Os municípios integrantes das comarcas do MPTO de Araguaína e Wanderlândia foram inspecionados pelo Centro de Apoio Operacional da Saúde (CaoSaúde) para verificação do andamento da campanha de vacinação contra a Covid-19 e foi apurado que a região perdeu o equivalente a 2.987 doses de vacina da Pfizer.

A promotora Araína D’Alessandro, coordenadora do CaoSaúde, contou que “as inspeções às unidades de vacinação fazem parte da estratégia de fiscalizar e acompanhar as ações dos municípios, garantindo apoio técnico e operacional aos promotores de Justiça”. Foram analisados detalhes como transporte, recebimento, conferência e armazenamento das vacinas, segurança dos locais de vacinação, publicidade, quantidade de vacinas recebidas e aplicadas e quantitativo de vacinas armazenadas.

O município de Araguaína sofreu a maior perda, somando 22.597 doses, em seguida vem Muricilândia, que perdeu 122 doses, Santa Fé do Araguaia, 72 doses, Aragominas, 60 doses e Nova Olinda, 12 doses.

Em Wanderlândia, 124 doses de vacinas deixaram de ser aplicadas entre os municípios de Wanderlândia, Darcinópolis e Piraquê. O CaoSaúde enviará os relatórios das fiscalizações às Promotorias de Justiça das comarcas para que tomem as providências necessárias.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp