Bombeiros classificam as praias mais perigosas do Tocantins

Para reduzir o perigo houve reforço com maior efetivo de guarda-vidas e implementação de normas de segurança. Em todo estado são 80 praias oficiais e mais de 500 balneários.

O Corpo de Bombeiros fez um levantamento indicando as praias mais perigosas do Tocantins. Foram três locais classificados com grau cinco de risco e outras 15 com nível quatro. Para reduzir o perigo houve reforço com maior efetivo de guarda-vidas e implementação de normas de segurança.

Com o calor intenso na temporada de férias as praias acabam sendo o refúgio de muitos tocantinenses e turistas. Em todo estado são 80 praias oficiais e mais de 500 balneários.

A estrutura de segurança destes pontos de lazer é reforçada nesta época do ano, mas nem sempre é o suficiente. Por isso os Bombeiros classificaram as 17 praias mais perigosas do estado.

São locais com grandes chances de acontecer algum tipo de incidente. “Cada praia possui uma característica, como por exemplo, a extensão da praia, a quantidade de público”, explicou o sargento André, do Corpo de Bombeiros.

Praias com nível cinco de risco

  • Praia da Raposa – Tupiratins
  • Praia da Gaivota – Araguacema
  • Praia da Tartaruga – Peixe

Praias com nível quatro de risco

  • Raft Rally das Águas – Miracema do Tocantins
  • Praia do Croá – Aliança do Tocantins
  • Praia do Duga – Pedro Afonso
  • Praia do Caju – Palmas
  • Raft Rally das Águas – Goiatins
  • Praia Ilha Grande – Araguanã
  • Praia do Sol – Caseara
  • Praia do Garimpinho – Araguaína
  • Praia da Santa – Tocantinópolis
  • Praia do Coqueiro – Filadélfia
  • Praia da Ponta – Araguatins
  • Praia do Porto Real – Porto Nacional
  • Raft Rally das Águas – Itacajá
  • Praia do Escapole – Araguanã

As demais praias do estado foram classificadas com graus mais baixos de perigo, mas isso não significa que dá para descuidar. Todos os locais devem obedecer a uma nota técnica com normas de segurança que foi emitida pelos bombeiros em maio deste ano.

Considerando os critérios dos bombeiros, os municípios estão investindo em infraestrutura, para garantir que os banhistas curtam as férias com mais segurança.

“Estamos com apoio dos bombeiros militares, Polícia Militar, segurança privada e guarda vidas civis. A praia da Raposa está pronta para receber os turistas de todas as regiões”, afirmou o organizador Paulo Coelho.

Praia Rio Sono fica no município de Pedro Afonso (TO), a 173 km da capital — Foto: Márcio Vieira/ATN

Nos últimos dias a Praia da Raposa também recebeu o reforço do Centro Integrado de Operações Aéreas, além das equipes que estarão no local durante toda temporada para garantir atendimento rápido em casos de emergência.

Afogamentos

Tantas opções de lazer acabam se refletindo no número de acidentes. Nos últimos anos o estado tem registrado um grande número de afogamentos: foram 73 vítimas em 2020 e 76 no ano passado. Em 2020 já são quase 40 vítimas.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp