Atlético-MG atropela River e avança para pegar o Palmeiras na Libertadores

O Atlético-MG se classificou com folga para a semifinal da Copa Libertadores da América. Com uma atuação impecável —e impiedosa nos primeiros minutos—, o Galo derrotou o River Plate por 3 a 0, hoje (18), no Mineirão, pelo jogo de volta do confronto que ficou marcado também pelo retorno da torcida ao estádio. Com dois gols de Zaracho e um de Hulk, a equipe de Cuca avançou para enfrentar o Palmeiras após um placar agregado de 4 a 0 sobre os argentinos.

Imagem: MOURãO PANDA/O FOTOGRÁFICO/ESTADÃO CONTEÚDO

O resultado comprovou o bom momento vivido pelo Atlético-MG na temporada. Além das nove vitórias consecutivas que ostenta no Campeonato Brasileiro, o Galo despachou com autoridade uma das equipes mais poderosas da América do Sul. O River Plate estava em busca de sua quinta semifinal consecutiva do torneio sul-americano, além de ter conquistado dois títulos e obtido um vice nas últimas seis edições.
O Atlético-MG chegou ao Mineirão com vantagem de um gol, mas não “sentou” em cima do resultado. Foi para cima desde os primeiros minutos e já chegou ao intervalo com um placar de 2 a 0. Na etapa final, só precisou complementar seu triunfo e nem sentiu falta de Nacho Fernández, um de seus principais atletas que não participou do jogo por ter sido expulso na ida.
Com o resultado, o Atlético-MG se tornou o primeiro brasileiro a eliminar River Plate e Boca Juniors, que são os maiores times da Argentina, em um só campeonato. Nas oitavas de final, o Galo havia despachado os “xeneizes” na disputa por pênaltis após dois empates sem gols. Até então, apenas o Independiente del Valle, do Equador, havia conseguido tal feito, em 2016.
Com a vaga assegurada na semifinal, o Atlético-MG só espera pela confirmação das datas do confronto com o Palmeiras, que na terça-feira (17) eliminou o São Paulo com uma vitória por 3 a 0. Os jogos devem acontecer nas duas últimas semanas de setembro. Enquanto isso, o Atlético-MG volta a campo pelo Brasileirão na próxima segunda-feira (23) para enfrentar o Fluminense, em São Januário. O Galo defende a liderança, com cinco pontos de vantagem sobre o próprio Palmeiras.

A volta da massa: 17.030 torcedores
A partida também marcou o retorno do torcedor aos estádios de Minas Gerais depois de um ano e cinco meses de arquibancadas vazias por causa da pandemia do novo coronavírus. Uma determinação regional permitiu a ocupação de 30% do Mineirão para o confronto. A expectativa era de que o Galo levasse 17 mil torcedores, e a marca divulgada pela organização, no fim, foi de 17.030. A despeito das recomendações das autoridades e dos protocolos divulgados pela Conmebol, os atleticanos acabaram se aglomerando dentro —e, principalmente, fora do estádio—, também deixando as máscaras de proteção facial de lado.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp