Atentado na fronteira: Seis brasileiros são presos suspeitos de envolvimento na chacina

O crime aconteceu no último sábado, 9, e os suspeitos foram presos em Pedro Juan Caballero, cidade que faz fronteira com o Mato Grosso do Sul.

O crime aconteceu em Pedro Juan Caballero, as vítimas entravam em um veículo quando foram alvejados por pistoleiros. Quatro pessoas foram assassinadas, entre elas duas brasileiras estudantes de medicina na cidade paraguaia e a filha do governador de Amambay, no Paraguai. A polícia divulgou que Omar Vicente Álvarez Grance, conhecido como Bebeto, era o o único alvo dos pistoleiros. Bebeto levou 31 tiros.

Na manhã dessa segunda-feira (11) a Polícia prendeu seis brasileiros suspeitos de envolvimento no crime, também foi apreendido três carros com documentos brasileiros, celulares, jóias e 74 gramas de maconha. Os brasileiros foram identificados como: Hywulysson Foresto, Juares Alvers da Silva, Luis Fernando Armando e Silva Simões, Gabriel Veiga de Sousa, Farley José Cisto da Silva Leite Carrijo e Douglas Ribeiro Gomes.

A polícia chegou até eles após uma denúncia que um caminhão envolvido no atentado, teria sido incinerado na colônia Fortuna Guazú.

Compartilhe com facebook
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com skype
Compartilhe com telegram
Compartilhe com whatsapp